Rastro de Onça 
Cáceres/MT

PROGRAMAÇÃO:

Explorar baías, corixos, braços de rios menores,

em busca da fauna e flora local, como a onça-pintada, ariranha, bugio, capivara, jacaré, tuiuiú, anta, sucuri, colhereiro, vitória-régia, piúva, cactus gigante e as inúmeras flores de cada estação, com possíveis visitas às

 fazendas históricas, barcos hotéis e pousadas;

DIA 1 / Cuiabá - Pousada 2:

Almoçar e ir para Cáceres + 210 km / 3 h;
Em todo o trajeto seremos acompanhados pela Serra das Araras; Parada no Portal de Cáceres para credenciamento;
Momento para adquirir algum suvenir local, breve lanche, pipi-stop e aquisições de mapas e informações no CAT;
Chegada ao anoitecer na Pousada 2 + 84 km / 2h.

DIA 2 / Pousada 2 - Rio Paraguai:
O dia amanhece com o cantar insistente e estridente dos Arancuãs, anunciando um dia cheio de desafios, sendo o maior deles, navegar rio abaixo, por horas, em busca das maravilhas naturais, como a onça-pintada, sucuri, anta, ariranha, capivara, jacaré, tuiuiú e bandos de cabeças-secas, colhereiros e talhamares. O almoço, será servido alí mesmo na embarcação.

DIA 3 / Pousada 2 - Rio Paraguai:
Iniciaremos o dia subindo o rio Paraguai, até a foz do Rio Jauru, onde existe a réplica de um ícone histórico, o Marco do Jauru. Exploraremos o rio Jauru adentro em busca de mais vida animal, tendo lá registradas, várias aparições de onças.

Após o almoço, continuaremos a descida até a Pousada 2 em busca de história, passando pelo Barranco Vermelho.

Mais abaixo, subiremos no Morro Pelado para avistar o horizonte e conhecer o Velho do Rio - Sílvio Preto, conhecido e querido por todos, um morador solitário que vive na vizinhança, em uma pequena ilha. Além de pescar profissionalmente para sobreviver, é contador de causos arrepiantes e engraçados de suas experiências com as onças, que frequentemente, visitam seu barraco.

DIA 4 / Pousada 2 - Cuiabá:
Tomar café e partir para o Aeroporto.

REFEIÇÕES:

Café da manhã 6:30 h / Almoço 11:00 h / Jantar 19:30 h


AGOSTO:

O Pantanal começa a secar e a esquentar;

 céu enfumaçado, sem chuva, vento forte, média luz e queimadas; ninhos isolados de Tuiuiú, ninhal de

cabeça seca e colhereiro, ninhos de Taiamã e Talhamar

nas praias; início de florada das Piúvas

SETEMBRO:

O Pantanal mais seco e quente;

 céu esbranquiçado, chuva rápida, média luz

e queimadas; ninhos isolados de Tuiuiú; ninhal

de cabeça seca e colhereiro, ninhos de Taiamã

e Talhamar nas praias; início de florada das

Piúvas(pink); florada dos Paratudo(amarelos)

OUTUBRO:

Possível chegada das primeiras chuvas;

Céu acinzentado tende a melhorar com tons azulados.

                    POUSADA   
Rastro de Onça

Saindo na margem para averiguar do que se trata